Eleições e a (não) interação entre candidatos e eleitores nas redes sociais

 

voto.jpgQuando o mundo percebeu que a Internet ganharia cada vez mais espaço em nossas vidas, começaram as previsões sobre como as mudanças na forma de se comunicar e de consumir informação afetariam diversos aspectos da atividade humana. De lá para cá se passaram cerca de 20 anos e, em termos de evolução da tecnologia, vivemos outra realidade. A Comunicação Mediada por Computador (CMC) agora faz parte da nossa rotina até para as coisas mais simples. A política, óbvia dependente da comunicação, não é mais a mesma – os políticos, em alguns casos, são. O eleitor virou internauta, passou a ter o poder da comunicação na palma da mão e obrigou a classe política a tentar se atualizar. Há outras ferramentas para escolher candidatos e para cobrar resultados dos representantes eleitos. E os políticos não nos pedem voto do modo antigo.

Artigo completo no Linkedin.

Anúncios